Ciência da Informação Express https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista <p>O Ciência da Informação Express - CIExpress, ISSN: 2675-8717, é um canal de comunicação e divulgação científica, de acesso aberto, dedicado a veiculação de artigos de pesquisa, de opinião, comunicações, resenhas, resumos, press release, ensaios e outros com temas relacionados à Biblioteconomia, Documentação, Arquivologia, Ciência da Informação, Tecnologia da informação e práticas de Ciência Aberta. Adota o sistema de <strong>publicação contínua</strong> (<em>rolling pass). </em>Nesse formato <em>a</em> publicação ocorre conforme os artigos vão sendo aprovados. </p> pt-BR <p><br />Qualquer usuário tem direito de:</p> <ul> <li>Compartilhar — copiar, baixar, imprimir ou redistribuir o material em qualquer suporte ou formato</li> <li>Adaptar — remixar, transformar, e criar a partir do material para qualquer fim, mesmo que comercial.</li> </ul> <p>De acordo com os seguintes termos:</p> <ul> <li>Atribuição — Você deve dar o crédito apropriado, prover um link para a licença e indicar se mudanças foram feitas. Você deve fazê-lo em qualquer circunstância razoável, mas de maneira alguma que sugira ao licenciante a apoiar você ou o seu uso.</li> <li>Sem restrições adicionais — Você não pode aplicar termos jurídicos ou medidas de caráter tecnológico que restrinjam legalmente outros de fazerem algo que a licença permita.</li> </ul> ciexpress@ufla.br (Nivaldo Calixto Ribeiro) ciexpress@ufla.br (Hoyama Maria dos Santos) Tue, 02 Jan 2024 00:00:00 -0300 OJS 3.3.0.6 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Gestão do conhecimento na administração pública https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/109 <p><strong>Objetivo:</strong> Este artigo tem como objetivo verificar como a Gestão do Conhecimento, aplicada ao serviço público, tem sido discutida e modelada no âmbito do principal periódico internacional da área de Gestão do Conhecimento, o <em>Journal of Knowledge Management</em>, que integra a base de dados <em>Emerald</em>. <strong>Método:</strong> Por meio de uma Revisão Sistemática da Literatura, 20 artigos publicados entre 2000 e 2022 foram analisados e levantadas as principais categorias temáticas, tendências e modelos. <strong>Resultado:</strong> A partir dos assuntos abordados, foram identificadas 14 categorias temáticas demonstrando alta variabilidade, porém, com destaque para estudos com proposições de modelos de Gestão do Conhecimento para o serviço público. <strong>Conclusões:</strong> Os achados mostram que a Gestão do Conhecimento é um tema contínuo e estável no periódico.</p> Lílian Dominguez Santana, Frederico Cesar Mafra Pereira Copyright (c) 2023 Lílian Dominguez Santana, Frederico Cesar Mafra Pereira https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/109 Tue, 02 Jan 2024 00:00:00 -0300 Política de indexação como recurso de gestão de unidade de informação https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/107 <p><strong>Objetivo:</strong> Este artigo é parte de um estudo a nível de mestrado que tem por objetivo a formalização de um instrumento com diretrizes e normas. Este artigo tem por objetivo apresentar alguns aspectos que tornam a política de indexação um instrumento de gestão de unidades de informação focado na qualidade de prestação de serviços. <strong>Método: </strong>O método utilizado neste estudo até o momento de produção deste artigo, foi revisão bibliográfica com aporte em documentação da unidade de informação selecionada para ser aplicada a teoria. <strong>Resultado:</strong> Os resultados neste estudo são parciais tendo em vista que não foi concluída a proposta final. Como resultados parciais, foram levantados alguns modelos de Políticas de Indexação, alguns estudos no contexto de desenvolvimento e aplicação, diagnóstico situacional da unidade em que será desenvolvida a segunda parte do estudo e, também, o entendimento de que a origem desta tipologia de instrumento administrativo é a disciplina de Organizações e Métodos, Sistemas, Organizações e Métodos, oriundos da área de Administração <strong>Conclusões:</strong> Entendendo que a Política de indexação podem ser abordadas de duas formas distintas, a entender para este estudo a aplicação desta para a contribuição da gestão da unidade de informação, compreendê-la como um instrumento administrativo abre uma porta para corroborar nos estudos de bibliotecas como organizações, e ampliar suas habilidades administrativas e gerenciais, com foco na satisfação de seus usuários e na qualidade de prestação de produtos e serviços.</p> Lilian Morais Brum, Benildes Coura M. S. Maculan Copyright (c) 2024 Lilian Morais Brum, Benildes Coura M. S. Maculan https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/107 Wed, 10 Jan 2024 00:00:00 -0300 Glossário em perspectiva https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/112 <p><strong>Objetivo</strong>: Mapear as distintas perspectivas e características do glossário no contexto da Biblioteconomia e Ciência da Informação (BCI) no Brasil. <strong>Metodologia</strong>: A pesquisa adota uma abordagem qualitativa, caracteriza-se como uma investigação, exploratória e descritiva, pois utiliza-se da pesquisa bibliográfica para realizar o mapeamento dos documentos indexados na Base Peri e BRAPCI para compreender como o glossário é utilizado. A amostra consiste em 44 documentos, entre artigos e trabalhos publicados em anais de congresso, sendo uma verificação não-probabilística do tipo acidental. Adotou-se como procedimento descrever os documentos e as fases do processo de análise de assunto. <strong>Resultados</strong>: O resultado do trabalho configurou-se em oito perspectivas sobre o glossário, que foram organizadas em duas categorias: a) construção e; b) utilização. Do ponto de vista da construção, o glossário pode ser entendido como: 1) um Sistema de Organização do Conhecimento (SOC); 2) um elemento pós-textual de documentos; 3) um objeto de aprendizagem; 4) um componente no levantamento de requisitos para o desenvolvimento de sistemas de informação. Do ponto de vista da utilização, o glossário se manifesta como: 5) um tipo de postagem em redes sociais; 6) uma ferramenta para auxiliar na recuperação da informação; 7) uma fonte de informação; 8) uma obra de referência. <strong>Considerações</strong> <strong>finais:</strong> O trabalho contribui significativamente para mapear as oito perspectivas distintas de uso dos glossários no campo da BCI, oferecendo uma compreensão abrangente de suas múltiplas facetas.</p> Junio Lopes-Nascimento, Brenda Vasconcelos Attalla, Gercina Ângela de Lima Copyright (c) 2023 Junio Lopes-Nascimento, Brenda Vasconcelos Attalla, Gercina Ângela de Lima https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/112 Tue, 02 Jan 2024 00:00:00 -0300 KoDeFi-Framework https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/110 <p><strong>Objetivo:</strong> O objetivo deste artigo é propor um arcabouço conceitual (<em>Framework</em>) para a organização do conhecimento (KO) nas finanças descentralizadas (DeFi), denominado KODeFi-Framework. DeFi permite que serviços e instrumentos financeiros sejam oferecidos e utilizados sem a necessidade de intermediários, uma vez que é baseado em redes <em>blockchains</em> públicas e em contratos inteligentes. <strong>Método: </strong>A metodologia adotada é a abordagem narrativa com a proposição de um arcabouço conceitual, justificado pelo estágio inicial de investigação científica neste novo domínio. <strong>Resultado:</strong> O arcabouço proposto está alinhado à literatura científica disponível em relação à integração e análise dos dados, e à interoperabilidade entre DeFi, finanças tradicionais e moedas fiduciárias digitais. <strong>Conclusões:</strong> O KODeFi-Framework se diferencia pelo foco na organização do conhecimento e pela contribuição para o desenvolvimento teórico e prático da Ciência da Informação neste contexto de transformação digital.</p> Fábio Cossenzo, Marcello Peixoto Bax, Ricardo Bruno da Cruz Costa Copyright (c) 2024 Fábio Cossenzo, Marcello Peixoto Bax, Ricardo Bruno da Cruz Costa https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/110 Wed, 10 Jan 2024 00:00:00 -0300 Mapeamento dos tipos de avaliação de tesauros https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/108 <p>O tesauro é um instrumento dinâmico resultado da modelagem de um domínio do conhecimento. O instrumento deve ser periodicamente avaliado e atualizado para que não se torne obsoleto. Essa avaliação reúne dados que serão úteis para a análise, tomada de decisão, resolução de problemas relacionados aos tesauros.<strong> Objetivo: </strong>Visa mapear os tipos de avaliação de tesauros na literatura nacional e internacional. <strong>Método: </strong>É uma pesquisa de abordagem qualitativa, pesquisa aplicada, exploratória quanto aos objetivos e uma pesquisa bibliográfica quanto aos procedimentos. <strong>Resultado: </strong>Ao todo foram encontrados doze tipos de avaliação que foram sintetizados em um quadro e analisados conforme as classes das quais é formado.<strong> Conclusões: </strong>É esperado que a construção de fundamentos teórico-metodológicos a respeito da temática avaliação de tesauros, e a reunião e apresentação dos tipos de avaliação de forma estruturada possa contribuir para a realização de estudos futuros na Ciência da Informação.</p> Letícia dos Santos Miranda, Célia da Consolação Dias Copyright (c) 2024 Letícia dos Santos Miranda, Célia da Consolação Dias https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/108 Wed, 10 Jan 2024 00:00:00 -0300 Gestão de conhecimento e sua aplicação no ensino superior https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/113 <p><strong>Objetivo:</strong> O artigo verifica em que medidas Instituições de Ensino Superior (IES) moçambicanas praticam princípios de gestão do conhecimento (GC) em suas atividades acadêmicas e administrativas. <strong>Método</strong>: para atingir os objetivos propostos realizou-se uma pesquisa exploratório-descritiva com profissionais docentes, corpo técnico administrativo e diretores das unidades de uma IES. Utilizou-se da abordagem qualitativa com instrumentos de coleta de dados quali-quantitativo. Foi construído e aplicado por meio do instrumento quantitativo um questionário para analisar como os inquiridos percebem à aplicabilidade da GC nas IES pesquisadas. Os dados qualitativos foram analisados mediante a técnica de análise de conteúdo, como também analisados os documentos oficiais do Governo Moçambicano que abordam as políticas de ensino superior do país. <strong>Resultados</strong>: os resultados da pesquisa mostraram que a instituição possui uma visão positiva dos funcionários, valorizando seu conhecimento, experiência e capacidade de inovação. Além disso, constatou-se que a instituição oferece oportunidades para o desenvolvimento profissional dos funcionários, incentiva a criação de novos conhecimentos e estimula a disseminação do conhecimento entre os seus servidores. <strong>Conclusões</strong>: entretanto, alguns pontos merecem atenção, como a necessidade de melhorar a cultura de criação do conhecimento; a necessidade de melhorar os processos para disseminar o conhecimento e a necessidade de incorporar o conhecimento oriundo de fontes externas.</p> Joana Carlos Beira, Ricardo Rodrigues Barbosa Copyright (c) 2024 Joana Carlos Beira, Ricardo Rodrigues Barbosa https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/113 Thu, 29 Feb 2024 00:00:00 -0300 A RDA e o controle de autoridade de nome pessoal https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/111 <p>Este trabalho apresenta uma síntese da pesquisa de mestrado intitulada: O Controle de Autoridade e a contribuição da RDA, cujo objetivo foi identificar as contribuições mais significativas da Resource Description and Access – RDA, para maior consistência no controle de autoridade de nome de pessoa local. Com abordagem qualitativa, de natureza exploratória e descritiva, utilizou-se de um estudo de caso como estratégia de investigação. Elaborou-se a caracterização das regras para registros de autoridade do Anglo-American Cataloging Rules – second edition - AACR2R e da RDA, baseada na literatura, e realizou-se um experimento de catalogação, constituído da criação e implementação de registros de autoridade de pessoas, com o uso alternado das duas normas, em uma amostra formada por 95 pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais. Identificou-se as características essenciais da RDA para registros de autoridade de nome pessoal e delineou-se premissas para uma possível implantação da RDA no Sistema de Bibliotecas da UFMG, a partir dos registros de autoridade de nome local. Concluiu-se que um registro de autoridade de nome, em RDA, pode ser um registro mais rico e consistente, por incluir atributos específicos aos nomes, trazendo maiores contribuições para os catálogos de bibliotecas, inclusive das universitárias, onde ocorrem os primeiros registros bibliográficos e de autoridade dos pesquisadores.<br><br></p> Irénquer Vismeg Lucas Cruz, Cíntia de Azevedo Lourenço Copyright (c) 2023 Irénquer Vismeg Lucas Cruz, Cíntia de Azevedo Lourenço https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://cienciadainformacaoexpress.ufla.br/index.php/revista/article/view/111 Wed, 10 Jan 2024 00:00:00 -0300